Conselho para os assuntos económicos

Cada Paróquia deve ter o seu Conselho para os Assuntos económicos, tal como previsto pelo Direito Canónico.

Ele tem a função de administrar os bens da paróquia, para que ela possa ter os meios necessários para a sua manutenção. A sua finalidade é ajudar o Pároco para tomar decisões justas e adequadas no campo da Administração económica dos bens materiais da Paróquia (Igreja Matriz, Igreja Beato Scalabrini, CAPA, Capela dos Foros de Amora). O CAPA e a Igreja dos Foros de Amora tem Administração própria.

Os Membros recebem Provisão canónica pelo Bispo diocesano e participam em encontros de formação e informação a nível diocesano.

O Conselho tem Estatutos próprios e Livro de Acta, lavrado pelo Secretário. O Presidente é o Pároco.

A Paróquia não recebe nenhuma subvenção do Estado. Conta apenas com as ofertas feitas pelo seus fiéis, particularmente por ocasião das Missas. A receita da Comunidade serve para pagamento das despesas de culto, da evangelização e da formação dos Agentes pastorais, das obrigações para com a Diocese e dos Serviços de Caridade.

O actual mandado iniciou-se em 2011 e tem uma duração de 5 anos.

É formado por 6 pessoas (para além do pároco):

  • Pe. Pedro Granzotto (Pároco e presidente)
  • Artur Dias
  • Luís Araújo
  • João Pereira
  • António Joaquim
  • José João Rodrigues
  • Isabel Antunes

O nome Jurídico legal da Paróquia é: Fábrica da Igreja Paroquial de Nossa Senhora de Monte Sião de Amora. Largo da Igreja – 2845-421 Amora.

Contribuinte: 501 130 586.  

 

Leave a Comment