Author Archive: Pe. Pedro Cerantola

Alguém nos espera no fundo de cada noite

Alguém nos espera no fundo de cada noite Uma parábola, onde nenhum dos protagonistas se sai bem, todos fazem uma figura mesquinha. Primeiro o esposo que chega com um atraso exagerado e mete em crise todas as meninas que vinham à festa; as cinco raparigas insensatas que vieram sem pensar em trazer consigo o azeite para suas lâmpadas; as outras cinco raparigas mais despertas mas que não querem ajudar as companheiras; o dono do salão da festa que fecha a porta da casa, coisa que não devia fazer, pois naquele tempo toda a aldeia participava às bodas e podia qualquer um entrar e sair da casa em festa.                                                     No entanto esta parábola é muito bonita, pois o Reino de Deus… Read more >

Deus escolheu como bem-aventurados os últimos

DEUS ESCOLHEU COMO BEM-AVENTURADOS OS ÚLTIMOS“ Bem-aventurado …” é a primeira palavra do primeiro salmo. A ela faz eco a primeira palavra do primeiro discurso de Jesus, sobre a montanha: Bem-aventurados os pobres. O que significa bem-aventurado, uma palavra estranha e um pouco adocicada? A mente vai logo aos seus sinónimos: feliz, contente, afortunado. No entanto esse termo não pode ser entendido só no mundo das emoções, empobrecido por um estado de espírito fortuito. Indica mais um estado de vida, considera a certeza mais humana que temos e que todos nos une na busca da vida: a aspiração à alegria, ao amor, à vida. Felizes, é como dizer: de pé, em caminho, avante, vós, os pobres (A. Chouraqui), Deus caminha… Read more >

Escutar as palavras do Papa sem as querer adulterar

Na grande confusão, com delírios dignos do fanatismo do estádio, mais do que uma serena reflexão sobre temas antropológicos de grande relevo, gostaria ensaiar de trazer uma humilde contribuição de “bom senso”, a começar pela exposição dos factos. O Santo Padre pronunciou, textualmente, a seguinte frase: “As pessoas homossexuais têm direito de estar na família. São filhos de Deus e têm direito a ter uma família e não se pode deitar fora da família ninguém, nem tornar sua vida impossível … O que temos que fazer é uma lei de convivência civil. Têm direito de ser protegidos legalmente. E isto é o que eu tenho defendido”. É sempre impossível, além de inaceitável, fazer o processo às intenções: não importa qual… Read more >

Misericórdia

1º – O  Clamor  pela MISERICÓRDIA 1–  O Século XX, passado … foi um século terrível. E o séc. XXI começou com o ataque 11 de Setembro(World-TradeCenter – NY) não autoriza a sonhar num séc. melhor. No séc. XX tivemos dois sistemas totalitários brutais (comunismo e nazismo) e duas guerras mundiais com dezenas de milhões de mortos. Tivemos: matanças étnicas de massa, terrorismos, crianças e mulheres violentadas … catástrofes naturais (terramotos, tsunami, inundações e secas…) SINAIS  DOS TEMPOS ? Ver o artigo completo, formando impressão: Misericordia cap 1